Prefeitura de Irecê - Na semana da Luta Antimanicomial, Caps Dias Melhores promove Ciclo de debates abordando Saúde Mental

Na semana da Luta Antimanicomial, Caps Dias Melhores promove Ciclo de debates abordando Saúde Mental

Em meio aos 30 anos da Luta Antimanicomial, a Prefeitura de Irecê, em parceria com a FAI, promoveu, na manhã dessa quinta-feira (17) no Centro Paroquial, um Ciclo de Debates.  A ação integra uma série de atividades realizadas pelo Caps Dias Melhores, por meio da Secretaria de Saúde, na Semana da Luta Antimanicomial, que vai até essa sexta-feira (18). 

 

Integrando a mesa, a assistente social e apoiadora de Saúde Mental na base regional de Irecê, Marlúcia Rocha citou a importância da Luta Antimonicamial por se tratar de um movimento a favor da cidadania e liberdade da pessoa portadora de sofrimento mental. “É antimanicomial porque o objetivo principal da luta é tratar o indivíduo em liberdade, sem exclusão ou confinamento, sem estigmatizar, e para isso estamos na luta há 30 anos, usando o dia 18 de maio como estratégia para lembrar à sociedade que precisamos tratar das pessoas em sofrimento mental de forma humanizada e livres”.

 

Coordenadora do Caps Dias Melhores, Vera Matos relembra que na Semana da Luta Antimanicomial anterior a campanha teve como mote o carnaval de rua. “Após uma análise, optamos em produzir o primeiro ciclo de debates sobre a luta antimanicomial e Saúde Mental como um todo para incluir profissionais das áreas de saúde e juntos trocarmos ideias para ajudar a conduzir a saúde mental na nossa região, pois sentimos a necessidade de amadurecimento ao tratar o sofrimento mental”.

 

Já para o mestre em Psicologia Cognitiva, Rodrigo Damasceno, “é preciso articular as redes, não só através das redes cuidado, a exemplo do Caps, como também as escolas, universidades, Cras, Creas, para que possamos articular uma grande rede inserindo o sujeito em sofrimento psíquico de volta ao território, à família”. “Esperamos conseguir tornar esse movimento cada vez maior para que tenhamos uma conscientização mais forte e precisa no nosso território”, concluiu.

 

Integraram a mesa do ciclo de debates o médico psiquiatra, Carlos Camacho, a assistente social e apoiadora de Saúde Mental do território, Marlúcia Rocha, mestre em Psicologia Cognitiva, Rodrigo Damasceno, representando o prefeito Elmo Vaz, a primeira-dama Cynara Barbosa, entre outros.

Saúde - 17 de maio - 2018 às 18h28
netools comunicação digital
Prefeitura Municipal de Irecê - Praça Teotônio Marques Dourado Filho, 01 Centro - Irecê-Ba - 2018