Segunda-Feira,
21 de Abril de 2014

São João de Irecê

HISTÓRIA:

O São João de IRECÊ foi criado no final da década de 70 na primeira administração do prefeito Joacy Nunes Dourado.

Em suas primeiras edições, era realizado na Praça da Prefeitura, com a participação de artistas locais, das escolas públicas e privadas, entidades e associações que colocavam suas barracas feitas com palha de coco e sisal em volta da praça formando o “Arraiá das Caraíbas”.

Quadrilhas, fogueiras, bombas, pescaria, comidas típicas, sanfona, triângulo, zabumba e muita animação marcavam o “Arraiá das Caraíbas”. A festa foi crescendo e a Praça da Prefeitura (Praça Teotônio Marques Dourado Filho) não mais comportava a quantidade de pessoas que se deslocavam das diversas cidades da microrregião para participar do São João de IRECÊ. Por isso, anos depois, mais precisamente em 1980, o “Arraiá das Caraíbas” teve que ser transferido para a Praça Clériston Andrade, onde até hoje é realizado, se transformando ao longo dos seus anos em um dos mais tradicionais eventos juninos do interior do Estado.

O Desfile de Carroças também é uma tradição no São João de Irecê. Estudantes, professores e demais pessoas da comunidade se caracterizam e desfilam pelas ruas da cidade convidando toda a população para os festejos, dando abertura à festa.

Dentre as festas populares do nordeste, o São João está entre as mais comemoradas pelo povo ireceense, pois é uma data em que se encontra nesta cidade, de férias, boa parte deste povo que emigrou para outras regiões e turistas de todo o país.

DADOS SOBRE IRECÊ:

1. Distância de Salvador: Cerca de 480 km

2. Área: 314 km2

3. População estimada (IBGE - 2006): 62.244 habitantes

4. Fundação do Município: O município de Irecê foi fundado em 1926 pela família Dourado. O topônimo Irecê é de origem indígena, e antes, a região onde hoje se encontra o município chamava-se Carahybas, cujo significado é "pela água, à tona d'água, à mercê da corrente". Irecê já tinha sua importância definida antes mesmo de existir, pois a estrada do feijão que liga o litoral ao interior da Bahia já existia há séculos, antes da descoberta do Brasil, sob a forma de um Peabiru ou Maerapê, que em Tupi designa caminho pré-histórico.

5. Economia: Baseado na agropecuária, sendo um dos pólos nacionais de produção de feijão, milho, mamona e outros grãos, além da cultura irrigada de várias verduras e legumes que abastecem o Brasil inteiro. O comércio se faz presente com grande número de estabelecimentos nos seus diversos ramos. Irecê é a cidade pólo da microrregião, abrigando a sede de vários órgãos públicos importantes.

rodape
Prefeitura Municipal de Irecê - Praça Teotônio Marques Dourado Filho, 01 Centro - Irecê-Ba
como chegar