W3C

Irecê recebe Seminário Territorial de Educação do/no Campo

Domingo, 08 de Dezembro de 2019

 

 

Irecê recebeu na sexta-feira (06) o Seminário Territorial de Educação do/no Campo. O evento faz parte da Jornada Universitária pela Reforma Agrária, organizado pela UNEB, Fórum Regional de Educação do Campo, Prefeitura de Irecê (por meio da Coordenação Técnico Pedagógica de Educação do Campo da Secretaria de Educação), Território de Identidade de Irecê e Comissão Pastoral da Terra, e recebeu cerca de 250 participantes .

 

O secretário de Governo de Irecê, Jazon Júnior, representando o prefeito Elmo Vaz, destacou que a ação buscou ampliar a discussão, reflexão e articulação sobre a Educação do Campo. “Tivemos um evento de formação que buscou contribuir para a formação de professores, além da gestão das escolas do Campo e seus conteúdos e metodologias de ensino”, disse.

 

Segundo o secretário de Educação de Irecê, Agnaldo Freitas, com a atual gestão, o município assumiu a política pública de educação no campo pela primeira vez na história. “A pasta da Educação investiu nessa proposta de educação no campo nos últimos três anos”, explicou. “Apesar de toda a crise financeira que nosso país vive, nós optamos por fortalecer as escolas do campo. Hoje temos 1.200 alunos alunos estudando na zona rural”.

 

A coordenadora de Educação do Campo da Rede Municipal de Irecê, Jussara Sena, destacou que pela a primeira vez o Campus de Irecê recebeu uma representação indígena, o Cacique Juvenal Payayá, que falou sobre os conflitos nos territórios de seu povo. “Tivemos também uma discussão a respeito da pedagogia da alternância, com Thierry de Burghgrave, uma referência no assunto no Brasil e no exterior”, afirmou.

 

Jussara destacou ainda a participação de representações estudantis como a UFRB, o CETEP de Irecê, professores, coordenadores e gestores das escolas do campo de Irecê e de todo o território, além de diversas instituições públicas que lidam com a política estadual de Agricultura Familiar e comunidades quilombolas. “A experiência da Educação do Campo de Irecê foi apresentada, com destaque pelo trabalho de Educação Contextualizada, pelo protagonismo das crianças do Campo e pelo fato de Irecê ser o único município do Território que não fechou nenhuma escola no Campo”, explicou Jussara. “O evento foi rico em conteúdo, em representatividade e principalmente pela abordagem de questões importantes não somente para Irecê, mas para a Bahia e o Brasil”.

 




Últimas Notícias